Descubra porque nossos clientes aumentaram sua lucratividade

18/10/2017 A Proplast atua no segmento de embalagens plásticas e peças moldadas, utilizam muito vácuo em seu processo, o chamado Vacuum Forming (Formação a Vácuo). O nível de vácuo é crucial para a qualidade do produto final. A Proplast atua nos segmentos de cosméticos, automotivos, brinquedos, decorativo, laboratorial, industriais, entre outros.

Desafio:
Na planta da Proplast havia 7 máquinas de vacuum forming e em cada havia uma bomba de palheta seca de 40m³/h e uma potência unitária total de 3kW, no total de 280m³/h com 21kW. As 7 bombas ficavam dentro das máquinas e não havia um central de vácuo. O ruído no local de trabalho era elevado e o calor dentro das máquinas também. Além de 3 intervenções em cada bomba por ano, gerando muita manutenção.

Baixe nossa apresentação e veja a solução da Air Company.

 
Compartilhe:
Download Relacionado: Case de Sucesso Proplast